Açafrão: conheça 6 principais benefícios do “ouro dos temperos”

Foto: iStock

O açafrão é um dos alimentos mais antigos do mundo e tem diversas propriedades benéficas para a saúde. De fato, na tradição popular ele é usado para tratar problemas urinários, estomacais e até mesmo mentais. Apelidado de ouro vermelho, o tempero também é um dos mais caros do mundo. No Brasil, o preço do quilo do açafrão pode chegar a R$ 70 mil reais.

Dificuldades de cultivo e de colheita explicam o alto custo da especiaria. Porém, nem por isso ele deixa de ser apreciado e investigado por cientistas devido às incríveis propriedades. Ficou curioso em saber quais são? Então, continue a leitura para descobrir o que os benefícios do açafrão e suas formas de uso.

Descubra os 6 benefícios do açafrão

Imagem: Pense Natural

Você sabe de onde vem o açafrão? Curiosamente, o tempero é formado por pequenos fios de cor avermelhada, retirados do estigma de uma flor roxa chamada Crocus sativus.

Embora receba o mesmo nome, essa especiaria é diferente do açafrão-da-terra (ou cúrcuma), que é produzido a partir da raiz de uma planta e tem um formato semelhante ao do gengibre. A seguir, conheça os 6 benefícios do açafrão para a saúde.

1. É bastante nutritivo

O açafrão é fonte de vitaminas, minerais e antioxidantes. O tempero é pouco calórico, pois uma colher de sopa fornece apenas 6 kcal (1).

Por outro lado, ele é rico em cálcio, magnésio, potássio e fósforo. A especiaria também é fonte de vitaminas, especialmente a vitamina A — uma colher de sopa tem 11 mg.

Todas essas substâncias são importantes para o funcionamento do corpo e responsáveis pelos benefícios do açafrão.

2. Auxilia na melhora do humor

Além de ser conhecido como ouro vermelho, muitos referem-se ao açafrão como um tempero arco-íris, tanto devido às cores quanto aos efeitos benéficos para o humor.

Embora tenham resultados preliminares, alguns estudos já indicam que a especiaria melhora os sintomas da depressão, principalmente em pessoas com quadro grave da doença.

Outras pesquisas obtiveram resultados positivos ao utilizá-lo no tratamento de depressão leve e moderada em comparação com medicamento tradicional(2 e 3).

3. Promove a saúde cardíaca

Por conta da presença de antioxidantes, o açafrão tem a capacidade de promover a saúde do sistema cardíaco.

Alguns estudos testaram em ratos que suplementos com a especiaria contribuiriam para a diminuição da pressão sanguínea, assim como dos níveis de colesterol.

Além disso, uma pesquisa feita na Índia descobriu que ele teria propriedades capazes de reduzir o risco do colesterol ruim causar danos nos tecidos do coração (4 e 5).

4. Alivia os sintomas da TPM

A tensão pré-menstrual, também conhecida como TPM, pode causar uma série de sintomas nas mulheres, como enxaqueca, cólicas fortes, tristeza e angústia.

Porém, uma pesquisa feita com mulheres entre 20 e 45 anos indica que o consumo da especiaria pode amenizar os sintomas e aliviar os efeitos da TPM (6).

5. Tem potencial ação anticâncer

O câncer é a segunda causa de morte no mundo, responsável por cerca de 8 milhões de mortes em 2015, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS) (7).

Por isso, os pesquisadores estudam os efeitos de certos alimentos, como o açafrão, para combater a doença.

Um estudo feito em 2014 indicou que a composição química da especiaria pode ser eficaz na prevenção e tratamento de diversos tipos de câncer (8).

6. Tem ação natural contra impotência

Popularmente, o açafrão é conhecido por ser afrodisíaco e estimular o desejo sexual, mas será que o consumo dele é eficaz contra a impotência e disfunção erétil?

Alguns estudos indicam que o tempero tem propriedades que auxiliariam a tratar problemas como esses. Em um deles, 20 participantes com disfunção erétil receberam suplementação da especiaria durante 10 dias.

Após o período, eles relataram um efeito positivo na atividade sexual, com aumento da duração da relação e do número de ereções (9).

Saiba como incluir a especiaria na alimentação

Foto: iStock

Apesar de caro, o açafrão está presente na culinária de diversos países, como Espanha, Itália e Índia. De fato, o tempero costuma ser utilizado em ensopados, pratos com arroz e carnes.

A paella, receita tradicional feita com frutos do mar e arroz, tem como um dos principais ingredientes a especiaria, o que garante a cor alaranjada à preparação. Contudo, massas e risotos também podem ser feitos com açafrão.

Nos mercados e em lojas de produtos naturais é mais comum encontrá-lo em pó, embora a melhor forma de utilizá-lo seja natural em pequenos filetes.

Usos do açafrão que vão além da culinária

Foto: iStock

Surpreendentemente, o açafrão foi utilizado de inúmeras maneiras ao longo da história. Na ayurveda, medicina que tem origem na Índia, o tempero é usado como expectorante, sedativo e para aliviar dores em geral (10).

Além disso, existe outras aplicações, como:

  • Produção de cosméticos
  • Tingimento natural de tecidos
  • Em celebrações e rituais
  • Para limpeza corporal
  • Como afrodisíaco natural

Confira quais são as contraindicações de consumo

Foto: iStock

Assim como outros temperos, o consumo de açafrão é seguro e proporciona excelentes benefícios para a saúde. Porém, em excesso, ele pode causar alguns problemas, como vômito, diarreia e sangramento pelo nariz.

Além disso, existem relatos de que altas quantidades da especiaria seria prejudicial para mulheres grávidas.

Caso você tenha alergia a comidas condimentadas ou apimentadas, uma recomendação é evitar o consumo de açafrão. Em situações mais graves de intoxicação, procure um médico imediatamente.

Para quem está grávida ou amamentando, uma boa dica é conversar com o médico que faz o acompanhamento pré-natal, pois somente ele poderá indicar para cada pessoa quais são os alimentos recomendados ou não durante o período.

Contudo, mesmo com essas ressalvas, se possível, inclua o açafrão na sua rotina alimentar, pois ele é muito saudável, tem um gosto agradável e proporciona às preparações um toque muito especial e único!