7 benefícios da babosa que vão além do alívio de queimaduras

Escrito por Flávia Resende

iStock

A babosa é uma planta que pode ser encontrada com facilidade nos lugares de clima tropical e é muito lembrada quando o assunto é cabelos. Mas você sabia que ela possui várias outras utilidades além de hidratar os fios? Uma delas é o tratamento de ferimentos na pele.

Existem cerca de 300 espécies de babosa, mas a mais conhecida é a Aloe barbadensis (conhecida como aloe vera), que é mais usada no mundo da saúde e beleza devido às suas propriedades de cura (1). Conheça mais sobre a planta a seguir.

A babosa emagrece?

iStock

Segundo a National Institute of Environmental Health Sciences (NIEHS), cada folha de babosa contém um gel claro que pode ser usado para o tratamento de queimaduras ou ferimentos. Mas a babosa também pode ser consumida de duas formas: através do suco do gel (que é misturado com água e açúcar) ou através do suco das folhas inteiras da planta. As folhas da planta possuem o composto antraquinona chamado alanoína, que contém propriedades laxantes. (2).

A babosa não emagrece, mas o suco das folhas da babosa faz com que a pessoa vá mais ao banheiro e perca água temporariamente e, consequentemente, peso, segundo Beth Warren, R.D.N., fundadora do Beth Warren Nutrition (3).

7 benefícios da babosa

iStock

A babosa é muito utilizada na indústria cosmética, mas seus benefícios vão muito além dos usos estéticos. Conheça mais benefícios dessa poderosa planta:

1. Diminui o nível de açúcar no sangue

A babosa já foi usada algumas vezes como remédio para a diabetes (4). Isso porque a planta aumenta a sensibilidade à insulina e ajuda a melhorar o controle do açúcar no sangue.

Apesar de vários estudos em humanos e em animais com diabetes tipo 2 terem mostrado resultados promissores do consumo do extrato da babosa, ainda não é recomendado usar a planta para esse fim devido à qualidade desses estudos (5, 6, 7).

2. Tem propriedades antioxidantes e antibacterianas

O gel da babosa contém antioxidantes pertencentes à família de substâncias conhecidas como polifenóis (8).

Aliado a outros componentes presentes na babosa, os polifenóis podem ajudar a impedir o crescimento de certas bactérias que podem causar infecções nos humanos (9).

3. Acelera a cura de queimaduras

A babosa promove a circulação, tem propriedades anti-inflamatórias e inibe o crescimento de bactérias.

Estudos mostraram que a babosa é eficaz no tratamento de queimaduras de primeiro e segundo graus (10).

4. Ajuda no crescimento do cabelo

Aplicar babosa nos cabelos e no couro cabeludo aumenta o fluxo sanguíneo no couro. Isso acontece devido à capacidade da planta de aumentar a circulação sanguínea onde é aplicada (11).

Você já observou que a babosa reduz a quebra e a queda de cabelo? Apesar de muitas pessoas alegarem que o cabelo cresceu por causa do uso da babosa, não há estudos que comprovam esse resultado.

5. Contém compostos vegetais saudáveis

Por esse motivo, a babosa é usada nas indústrias de cosméticos, alimento e farmacêutica (12).

As folhas da planta são grossas porque cada uma delas é cheia de um tecido viscoso – gel – onde a água fica armazenada. Nesse gel é encontrada a maioria dos componentes bioativos da planta, incluindo minerais, vitaminas, aminoácidos e antioxidantes (13).

6. Ajuda no tratamento de aftas

É comum o aparecimento de aftas ou úlceras aftosas sob o lábio, dentro da boca, que podem durar entre sete e dez dias.

Estudos mostraram que as úlceras aftosas podem ser curadas com mais rapidez se tratadas com babosa, mas não superam o tratamento convencional com corticoides.

Um deles, com duração de sete dias, foi realizado com 180 pessoas que tinham úlceras aftosas recorrentes. Um emplastro de babosa foi aplicado no ferimento e ajudou a reduzir o tamanho das úlceras (14).

Outro estudo mostrou que o gel da babosa acelerou a cura das úlceras e também diminuiu a dor que elas causavam (15).

7. Ajuda no tratamento da psoríase

Segundo alguns estudos, o gel da babosa pode ajudar a controlar sintomas da psoríase e da artrite psoriática. Ele ajuda a reduzir a inflamação e deixa a área hidratada. Mas é preciso lembrar que o gel não deve ser usado como único tratamento (16).

Como usar a babosa no seu dia a dia

iStock

A babosa pode ser usada de várias maneiras no dia a dia. Desde o alívio da azia até enxaguante bucal, saiba como a planta pode ser usada.

Cabelo

Se o objetivo é hidratar os cabelos, corte a folha da babosa ao meio e extraia o gel, que pode ser passado puro pelos fios ou misturado a um creme de hidratação de sua preferência.

Para o crescimento dos cabelos, massageie o gel da babosa no couro cabeludo e deixe agir de 15 a 30 minutos. Depois é só enxaguar bem para retirar todo o gel dos fios.

Pele

No caso de psoríase ou queimaduras, aplique uma camada do gel da babosa na área ferida. Caso o produto usado não seja natural, evite aqueles que contenham perfumes e colorações.

Suco

O suco puro da planta contém grande quantidade de nutrientes e ajuda a manter o corpo equilibrado, prevenir ou tratar a desidratação, manter o fígado saudável, aumentar a quantidade de água no organismo, evitar o aparecimento da acne e manter o bom funcionamento do sistema digestivo (17).

Doenças do refluxo gastroesofágico

Pesquisadores descobriram que a babosa ajudou a reduzir vários sintomas de doenças do refluxo gastroesofágico (DRGE), incluindo azia, vômito e arroto (18).

Boca

Em 2014, um estudo foi publicado no Ethiopian Journal of Health Sciences, pesquisadores descobriram que o extrato do aloe vera pode ser seguro e uma alternativa eficaz ao uso de enxaguantes bucais. A planta possui ingredientes naturais que podem bloquear as placas. Em casos de gengivas com sangramento ou com inchaço, o gel pode ser usado para aliviar o desconforto (19).

Precauções

iStock

Apesar de ser amplamente usada para tratar queimaduras e outros problemas de pele, a babosa pode causar alergia em algumas pessoas. Por isso, é importante fazer um teste em uma pequena área do corpo. Se não houver nenhuma reação alérgica após 24 horas, o gel pode ser aplicado no restante do local.

O que também deve ser evitado é a ingestão do suco das folhas da babosa. Ele pode causar diarreia e câimbras e pode diminuir o efeito de outros medicamentos orais. Além disso, as folhas da planta contêm antraquinona, um composto orgânico considerado tóxico. (20)

Como mostrado, a babosa tem diversas finalidades e é fácil de ser encontrada, podendo ser plantada em casa e preparada com facilidade.