12 benefícios do manjericão que você precisa conhecer

Foto: iStock

O manjericão é muito conhecido pelo aroma inconfundível e por estar presente em inúmeras receitas culinárias. Utilizado como tempero e para dar sabor aos alimentos, essa erva tem diversos nutrientes importantes para a saúde. Aumento da imunidade e ação antioxidante são alguns dos benefícios do manjericão.

Originário de regiões na Ásia e na África, o manjericão possui mais de 35 tipos. O uso dessa hortaliça cresceu depois que ela foi levada da Índia para a Europa durante o século 15 e, posteriormente, com a chegada à América no século 17 (1).

Tipicamente utilizado em receitas italianas e tailandesas, o manjericão tem uma presença importante na cultura indiana. Uma das variedades, chamada de Tulsi, é considerada sagrada na religião hindu e usada na ayurveda por conta de suas propriedades medicinais.

Por que o manjericão faz bem?

Em geral, o manjericão tem uma grande quantidade de óleos essenciais distribuídos nas suas raízes, caule e folhas. A variedade Tulsi, também conhecida como manjericão-sagrado, é muito pesquisada, já que possui mais de seis tipos diferentes de óleos essenciais.

A erva também tem propriedades anti-inflamatórias e antibacterianas. Na fitoterapia e aromaterapia, ela pode ser utilizada como extrato ou óleo.

Quais são as vitaminas presentes na erva?

Muitos dos benefícios do manjericão estão relacionados com os altos níveis de substâncias antioxidantes, vitaminas e minerais. Com baixo valor calórico, ele tem grandes quantidades de cálcio, magnésio, potássio e fósforo.

Também apresenta fibras, proteínas e vitaminas C, B e A em sua composição (2).

12 propriedades benéficas do manjericão

Foto: Pense Natural

Os óleos essenciais presentes no manjericão são os responsáveis pelo aroma característico e também pelos inúmeros benefícios para a saúde. Por este motivo, diversas pesquisas já foram feitas para identificar os possíveis benefícios da erva para o corpo. Conheça abaixo quais são os principais.

1. Alta capacidade antioxidante

O principal ponto positivo dos óleos essenciais encontrados no manjericão é o combate contra a ação dos radicais livres no organismo, protegendo as estruturas celulares. A erva é rica em flavonoides que agem em prol das células de defesa do organismo.

Um sistema de proteção fortalecido é importante contra o surgimento de doenças e dos efeitos do estresse oxidativo, um processo natural que ocorre no corpo, mas que pode ser acelerado devido à má alimentação e poluição (3).

2. Ação anti-inflamatória

O manjericão vem sendo alvo de pesquisas também pela alta concentração de substâncias que atuam como anti-inflamatórias, como o eugenol, citronelol e linalol. Elas teriam a capacidade de prevenir ou reduzir inflamações no corpo, evitando doenças no coração e artrites (4).

3. Possui agentes anticancerígenos

Alguns estudos indicam que certas substâncias fotoquímicas podem ser capazes de atuar como agentes anticancerígenos, prevenindo o desenvolvimento de câncer. O manjericão-sagrado é rico nesse tipo de substância, principalmente em ácido rosmarínico e ácido carnósico.

Esses compostos estimulariam a atividade antioxidante, aumentando o processo de morte das células cancerígenas e impedindo a expansão dos tumores (5).

Assim, é benéfico incluí-lo na alimentação, mas isso não significa uma prevenção natural definitiva contra o câncer, já que a doença está associada a diversos fatores.

4. Propriedades antibacterianas

Os óleos essenciais do manjericão também podem proteger contra a ação de bactérias. Um estudo feito na Polônia avaliou os efeitos da erva contra Esherichia coli, que causa infecções de urina ou no intestino.

A análise mostrou que substâncias contidas no manjericão ajudaram a combater a bactéria e a impedir o crescimento delas, principalmente em pacientes que apresentavam resistência à ação de medicamentos tradicionais (6).

5. Ação antimicrobiana

Assim como o efeito contra bactérias, o manjericão tem propriedades contra uma série de protozoários, fungos e vírus. Pode ser inclusive efetivo contra candidíase, normalizando a quantidade de fungos presentes na flora vaginal e evitando corrimento e coceira (7).

6. Ajuda o corpo a controlar os efeitos do estresse

Uma pesquisa indicou que o manjericão tem uma capacidade natural de reduzir os efeitos do estresse no organismo. As substâncias presentes na erva poderiam ajudar no controle cardiovascular e respiratório, diminuindo a quantidade de açúcar no sangue e aumentando a atividade antioxidativa (8).

7. Tem efeito positivo sobre o humor

Ainda que não exista uma relação clara e comprovada, um dos benefícios do manjericão é com relação à melhora dos efeitos negativos de certos distúrbios mentais, como ansiedade e depressão.

As substâncias encontradas na erva atuam positivamente no sistema cerebral, estimulando o bom funcionamento de hormônios relacionados com a sensação de prazer e felicidade.

8. Promove a saúde do coração

Graças a ação antioxidante e anti-inflamatória, o manjericão tem substâncias que podem beneficiar o sistema cardiovascular, favorecendo a normalização da pressão sanguínea e o do funcionamento do coração.

Uma análise feita em 24 estudos apontou apenas resultados positivos com relação à erva e nenhum efeito adverso (9). Entretanto, a mesma avaliação indica que são necessárias mais pesquisas para explorar a ação do manjericão e seus benefícios.

9. Auxilia no funcionamento do fígado

Um estudo feito na Índia avaliou os efeitos do extrato de manjericão na formação de enzimas antioxidantes capazes de reduzir a gordura acumulada no fígado. Como resultado, houve um crescimento na formação de substâncias que atual em prol do funcionamento do órgão, evitando o acúmulo de gordura e, consequentemente, o surgimento de doenças (10).

10. Melhora a digestão

O manjericão ajuda a manter o pH do organismo equilibrado, favorecendo a flora intestinal, aumentando a imunidade e diminuindo o número de bactérias que podem causar danos ao corpo. Na medicina ayurveda, ele também é utilizado contra cólicas no intestino, refluxo e até mesmo vermes e parasitas estomacais.

11. Potencial ação afrodisíaca

Em diversas culturas o manjericão está associado à ação afrodisíaca. A explicação disso pode ser por causa de substâncias presentes nele que melhoram a circulação do sangue e o funcionamento de enzimas que regulam o humor e a sensação de bem-estar.

Na ayurveda, o manjericão-sagrado é considerado como um elixir da vida e pode ser usado para promover a saúde sexual (11).

12. Pode auxiliar no controle e prevenção de doenças

Algumas pesquisas indicam que o extrato de manjericão ajuda a controlar os níveis de açúcar no sangue e inflamação, fatores ligados ao risco de diabetes e da síndrome metabólica.

Além disso, uma pesquisa indiana apontou que a erva também auxilia no controle do colesterol no sangue, contribuindo para o bom funcionamento do coração e diminuição das chances de problemas cardíacos (12).

Como visto, os benefícios do manjericão são diversos, desde fortalecendo o sistema imunológico até melhorando o humor. Mesmo assim, é importante lembrar que este alimento sozinho não é capaz de curar ou prevenir de forma definitiva nenhuma doença.

Por esse motivo, procure manter uma vida equilibrada, priorizando a alimentação saudável e a prática de exercícios físicos.