Canela-de-velho: a planta que combate dores e o envelhecimento precoce

Escrito por Andreia Miranda

A canela-de-velho possui um potencial medicinal bastante poderoso, utilizado para diversos tratamentos naturais nos dias de hoje. Conhecida cientificamente como Miconia albicans, esta é uma espécie encontrada em locais onde predomina o clima tropical e também em vários pontos do nordeste no Brasil.

Membro da família Melastomaceae, esta planta também é chamada de “quaresmeira-da-flor-branca” e pode alcançar até três metros de altura. As suas propriedades medicinais ainda são alvo de estudo pela ciência, mas, para muita gente, a canela-de-velho é uma alternativa eficiente para amenizar as dores nas articulações e outros mal-estares (1). Quer conhecer os principais benefícios dessa planta medicinal? Então veja a seguir:

5 benefícios da canela-de-velho para sua saúde

O fato é que a canela-de-velho chama a atenção tanto de médicos quanto de pesquisadores. Algumas de suas contribuições para a saúde humana já foram comprovadas e podem ser agregadas a sua rotina, como a redução das dores em diversas regiões do corpo. Quer conferir algumas destas vantagens para adicionar ao seu dia a dia?

1. Minimiza as dores articulares

Provavelmente você já chegou ao fim de um dia com muitas dores nas articulações e sem ter noção de como se livrar disto. A canela-de-velho é uma excelente alternativa para suavizar e até erradicar esses terríveis desconfortos. Tudo isso graças aos fitoquímicos e anti-inflamatórios presentes nas folhas da planta (2).

2. Trata doenças reumáticas

Quem sofre de artrite ou artrose pode se beneficiar bastante com o potencial medicinal da canela-de-velho. Isso porque a planta tem atuação anti-inflamatória e analgésica, que minimiza as dores provocadas por essas doenças reumáticas (3).

3. Purifica o sangue

A canela-de-velho tem a capacidade de promover uma verdadeira faxina na sua corrente sanguínea. Isso se deve a sua ação antioxidante, que combate os radicais livres. Além de oferecer grande benefício ao sistema circulatório, esse ingrediente natural também reduz os níveis de glicemia no sangue, contribuindo assim, para o controle do diabetes (4, 5).

4. Controla o colesterol

Vale salientar que ainda se pode contar com essas propriedades antioxidantes para oportunizar uma redução de gordura no sangue, controlando, assim, o colesterol. Além disso, o uso da canela-de-velho também proporciona redução de gordura no fígado.

5. Combate o envelhecimento precoce

Assim como a canela, a canela-de-velho possui flavonoides, substâncias antioxidantes que combatem os radicais livres e retardam o processo de envelhecimento.

Pelos benefícios acima, deu para notar que essa planta pode fazer muito pela sua saúde. Mas não pense que isso é tudo o que a canela-de-velho pode fazer para promover o seu bem-estar. Isso porque a planta também está associada ao fator emagrecimento. Veja a seguir o porquê:

Canela-de-velho e emagrecimento

A canela-de-velho pode fazer uma diferença considerável no seu processo de emagrecimento graças, mais uma vez, a sua propriedade antioxidante. Ao expulsar os radicais livres, o seu organismo é submetido a uma espécie de detox natural.

Ou seja, a canela-de-velho faz uma verdadeira limpeza no seu organismo, oportunizando que fígado e rins funcionem adequadamente. Além disso, o sistema digestivo é beneficiado e a taxa de açúcar no sangue registra queda. A combinação destes fatores resulta então, em condições favoráveis para a perda de peso.

Chá de canela-de-velho

  1. Coloque 1L de água para ferver;
  2. Acrescente 70g de folhas de canela-de-velho e desligue o fogo;
  3. Deixa a mistura em infusão por cerca de cinco minutos;
  4. Depois, é só coar e experimentar o chá.

De preparo muito simples, o chá de canela-de-velho pode ser bebido quente ou frio. No entanto, é indicado que a sua ingestão aconteça momentos antes das refeições. Além disso, você deve consumi-lo sempre fresco, o que significa que não se deve beber o que sobrar no outro dia.

Efeitos colaterais e contraindicações

iStock

Embora o chá de canela-de-velho seja muito útil, o limite da sua ingestão é de no máximo duas xícaras por dia. Esse cuidado é essencial para que você usufrua das vantagens desta planta de maneira segura. Do contrário, essa bebida natural pode causar desconforto abdominal, enjoo, vômitos e diarreia.

E apesar de ser uma planta bem conhecida na medicina alternativa, há poucos estudos que comprovem os seus benefícios ou malefícios. Sendo assim, recomenda-se que gestantes, lactantes e pessoas com problemas digestórios ou hepáticos não incluam o chá canela-de-velho em sua rotina alimentar diária.