Erva-cidreira: saiba por que ela faz bem para a sua saúde

Foto: iStock

A erva-cidreira é uma planta aromática conhecida por suas propriedades medicinais. Muitos a confundem com a hortelã, principalmente por conta do formato e do odor semelhantes. E, de fato, as duas espécies pertencem à mesma família, conhecida como Lamiaceae.

Na tradição popular, a erva-cidreira é utilizada como um método natural para melhorar o sono, reduzir a ansiedade e tratar feridas. Atualmente, por conta de todo o potencial para a saúde, existem diversos estudos para avaliar os efeitos da planta.

Entretanto, será mesmo que o consumo da erva-cidreira pode proporcionar tantos benefícios? Abaixo, confira a resposta para essa questão e ainda qual a melhor maneira de utilizar a planta na alimentação.

Quais são os principais benefícios?

Imagem: Pense Natural

A erva-cidreira é uma das plantas mais antigas utilizadas pelas civilizações. Dentre os diversos benefícios, vamos apresentar os 5 que mais se destacam. Acompanhe a seguir.

1. Tem ação antifúngica

Um dos mais importantes benefícios da erva-cidreira é com relação à potencial ação antifúngica. Isso acontece por conta da presença de óleos essenciais, que também são responsáveis pelo aroma refrescante da planta.

Dessa maneira, um estudo indicou que as substâncias presentes na erva-cidreira têm uma ação bastante eficaz contra fungos, como o Candida albicans (1).

Mesmo que ele esteja presente naturalmente no organismo, em excesso pode provocar candidíase, uma doença que atinge muitas mulheres e interfere no funcionamento da flora vaginal.

2. Pode melhorar a qualidade do sono

A erva-cidreira também pode ser usada como uma forma natural para ajudar quem tem problemas para dormir ou insônia.

Pesquisadores alemães observaram que fazer uso de combinação entre a erva e uma planta chamada valeriana melhora em até 80% a qualidade do sono (2).

Porém, ainda são necessários mais estudos sobre o assunto para validar os resultados.

3. Ajuda a aliviar o estresse e ansiedade

Você está se sentindo muito ansioso e estressado? Uma boa sugestão para combater esses problemas é consumir a erva-cidreira para relaxar e melhorar o humor. Existem algumas pesquisas que avaliaram os efeitos dessa planta nas pessoas. Os participantes relataram uma maior sensação de calma e redução do nervosismo depois da ingestão dessa hortaliça (3).

Outro estudo, feito em 2014, verificou a eficácia da ingestão de alimentos com erva-cidreira em um grupo de participantes. Eles relataram uma melhora no humor de forma geral, incluindo a diminuição da ansiedade (4).

Embora os resultados sejam positivos, não é possível determinar que todas as pessoas sentirão os mesmos efeitos.

4. Contribui para a boa digestão

Além dos benefícios citados, a erva-cidreira ajuda a aliviar os sintomas da má digestão, principalmente dores na região da barriga. Mesmo que mais pesquisas sejam necessárias, um estudo testou os efeitos dela em pessoas com dispepsia funcional, um quadro de dores abdominais sem uma causa específica.

Depois das refeições, os pesquisadores dividiram os participantes em dois grupos. Um deles recebeu uma sobremesa à base da planta, mas o outro não. Aqueles que consumiram o doce com a erva-cidreira disseram sentir menos dor (5).

5. Funciona para minimizar as cólicas menstruais

Por fim, existem alguns pesquisadores que acreditam que a erva-cidreira é benéfica contra cólicas menstruais e a TPM, condição que afeta milhares de mulheres no mundo (6).

Um estudo iraniano, por exemplo, avaliou os efeitos da planta em um grupo com 100 jovens do ensino médio. Entre 2013 e 2014, metade delas tomou 1.200 mg de essência de erva-cidreira diariamente do primeiro dia do ciclo menstrual até o último (7). Já o outro grupo recebeu apenas um placebo.

Ao final da pesquisa, os resultados indicaram redução significativa das cólicas e demais sintomas pré-menstruais no primeiro grupo, que fez uso da planta.

Chá de erva-cidreira

Foto: iStock

Embora existam suplementos e essências de erva-cidreira, uma maneira prática e mais natural de consumir a erva é na forma de chá. Além de simples e fácil de fazer, você poderá consumi-lo quente ou frio e até mesmo misturar com outros ingredientes, como limão, gengibre e outras ervas.

Veja como preparar o chá de erva-cidreira

Assim como ocorre com os demais tipos de chás, para prepará-los é necessário fazer uma infusão. Para isso, basta seguir a sugestão do passo a passo abaixo:

  1. Lave e higienize de três a quatro folhas de erva-cidreira;
  2. Ferva a água (a medida de uma xícara, aproximadamente);
  3. Após ferver, desligue o fogo e coloque as folhas na água;
  4. Deixe descansar por alguns minutos.

É preferível utilizar erva-cidreira fresca, mas o mesmo processo vale também para o chá com as folhas secas já embaladas nos saquinhos.

Para não perder as propriedades ou deixar o gosto amargo, evite ferver a água junto com as folhas ou guardar a bebida por um longo tempo. De preferência, beba sem açúcar ou use mel para adoçar.

Erva-cidreira pode causar problemas?

Foto: iStock

De modo geral, utilizar as folhas frescas da erva-cidreira é seguro e faz bem para a saúde. Porém, o uso excessivo, inclusive por meio de suplementação, pode causar reações adversas.

Alergia, dor de cabeça e de estômago, irritação na pele, náusea e vômito são alguns dos efeitos adversos.
Se você deseja fazer uso de medicamentos ou formas sintéticas que tenham como base a erva-cidreira, uma boa recomendação é procurar orientação de um nutricionista sobre o assunto.

Por outro lado, quem já apresenta condições de saúde específicas e faz uso de certos medicamentos — como sedativos ou remédios para tireoide e glaucoma — deve consultar o próprio médico antes de utilizar qualquer tipo de suplemento.