Maçã: conheça os benefícios dessa fruta que faz bem para o coração

iStock

A maçã é uma fruta cheia de nutrientes e benéfica para a saúde. Por ser muito consumida, a produção mundial dela é de aproximadamente 76 toneladas por ano, segundo reportagem da HF Brasil (1).

Entre os brasileiros, a maçã também é bastante popular. Para você ter uma ideia, 1,3 milhão de toneladas da fruta foram produzidas entre os anos de 2016 e 2017, de acordo com dados do governo do país. (2). A maçã é uma fruta muito saudável e é cheia de benefícios. Quer descobrir quais são eles? Basta continuar com a leitura a seguir e, assim, saber mais sobre a fruta e as melhores formas de consumi-la!

5 benefícios incríveis da maçã

iStock

Como dito logo no início, a maçã é rica em substâncias que fazem bem para o corpo. Por esse motivo, alguns especialistas recomendam a ingestão de uma ou duas porções da fruta por dia.

Agora, será que isso realmente é válido de forma geral? Na verdade, depende de cada caso, mas consulte o seu médico ou nutricionista para receber uma indicação mais adequada. Também tenha em mente que nenhum alimento sozinho é capaz de curar doenças ou reverter condições físicas. Com essas duas ressalvas em mente, veja abaixo os 5 benefícios da maçã.

1. É muito nutritiva

Sem dúvidas, a maçã é muito nutritiva. Em média, uma fruta pequena com cerca de 150 g tem apenas 77 kcal, mas uma alta quantidade de fibras, vitaminas, minerais e antioxidantes (3).

Considerando essa mesma porção, ela fornece:

  • 3,6 gramas de fibras
  • 20,5 gramas de carboidratos
  • 159 mg de potássio
  • 16 mg de fósforo
  • 9 mg de cálcio
  • 7 mg de magnésio
  • 0,18 mg de ferro
  • 6,9 mg de vitamina C
  • 2. Faz bem para o coração

    Por ser um dos alimentos ricos em fibras e antioxidantes, a maçã está associada à boa saúde do coração. De fato, uma alimentação saudável e rica nesses dois componentes ajuda a diminuir o risco de doenças cardíacas (4).

    Alguns estudos indicam que um dos tipos de antioxidantes presente na fruta — chamado de flavonoide — teria a capacidade de reduzir a pressão sanguínea e os níveis de colesterol (5).

    3. Promove a boa digestão

    Tanto por conta da quantidade de fibras quanto de água, a maçã também promove a boa digestão. A pectina, por exemplo, é um tipo de fibra que serve como uma espécie de alimento para o crescimento de bactérias boas presentes no intestino (6).

    Por sua vez, essas bactérias são essenciais para o equilíbrio e saúde da flora intestinal. Afinal, quanto mais saudável ela estiver, melhor também será a ação do sistema imunológico e a absorção dos nutrientes pelo intestino.

    4. É rica em antioxidantes

    A maior parte dos benefícios da maçã é devido aos antioxidantes (7). No entanto, três deles se destacam mais: a quercetina, a catequina e o ácido clorogênico. Quais são as propriedades de cada um desses componentes?

    De acordo com alguns estudos, a quercetina tem propriedades anti-inflamatórias e até mesmo antidepressivas (8 e 9).

    Outras pesquisas indicam que a catequina teria a capacidade de melhorar a função cerebral, e o ácido clorogênico poderia ser benéfico para reduzir as taxas de açúcar no sangue (10 e 11).

    5. Proporciona saciedade

    Outra característica importante da maçã é a quantidade elevada de fibras e água. Por isso, ela é um alimento que proporciona uma sensação de saciedade quando consumida, um fator essencial para o controle da fome compulsiva e a manutenção do peso saudável.

    Em um estudo, pessoas que comeram a fruta antes de uma refeição principal sentiram-se mais satisfeitas em comparação com outras que não consumiram. Em média, eles também ingeriram cerca de 200 kcal a menos (12).

    Obviamente, talvez isso não funcione da mesma forma para todos, pois cada organismo é único e existem inúmeros fatores para uma pessoa sentir-se saciada. Entretanto, pode ser uma boa ideia inserir a maçã no cardápio, especialmente pela manhã, antes do almoço, ou no período da tarde, antes do jantar.

    Quais são as melhores formas de consumir maçã?

    iStock

    Agora, chegou a hora de descobrir quais são as melhores formas de consumir a maçã. Em primeiro lugar, dê preferência para as frutas orgânicas, pois elas são livres de produtos químicos que podem prejudicar a saúde.

    Se não for possível, priorize o consumo delas de acordo com a sazonalidade. No Brasil, por exemplo, as melhores épocas são entre os meses de agosto e dezembro (13). Levando isso em consideração, confira algumas maneiras de consumi-la.

    • Frescas e com casca: coma a fruta inteira e com casca, pois é na parte externa que estão concentrados os nutrientes. Se for fazer suco ou chás, use todo o alimento, incluindo a casca.
    • Assada, compota ou geleia: aproveitou um promoção ou comprou bastante fruta na época certa? Então, uma boa dica é fazer compota ou geleia. Em dias mais frios, maçãs assadas com canela são excelentes opções.
    • Vinagre de maçã: vale a pena inseri-lo na alimentação, pois ele tem inúmeros benefícios para a saúde. Além disso, muitos o utilizam como produto natural para limpeza e cosmético.

    Finalmente, lembre-se de escolher bem a fruta. Para isso, observe a presença de furos ou manchas, pois podem indicar a presença de insetos, fungos ou até mesmo início de apodrecimento. Também é bom apertar um pouquinho a maçã, já que as mais frescas costumam ser firmes.

    Comer maçã pode fazer mal?

    iStock

    Em geral, comer maçã não faz mal e é saudável incluí-la no cardápio. Entretanto, o consumo de qualquer alimento em excesso gera um certo risco para a saúde ou pode causar alguma reação.

    Também é possível que algumas pessoas sejam alérgicas à fruta, embora isso seja tão comum. Quem tem problemas estomacais ou digestivos pode sentir desconforto ao consumi-la, especialmente se for na forma de suco concentrado.

    Então, caso sinta mal-estar ou reações alérgicas, evite o alimento e procure um médico. Afinal, somente um especialista no assunto poderá recomendar de forma específica o que cada um pode ou deve priorizar.

    Por fim, não se esqueça de higienizar bem cada maçã antes da primeira mordida. Feito isso, é só aproveitar tudo de bom que ela tem a oferecer!