3 diferentes tipos de melão e os seus benefícios

Escrito por Isabella Cunha

Foto: iStock

Os melões são uma ótima opção de lanche durante o verão, devido a grande quantidade de água e nutrientes em sua composição. São frutas carnudas, com muitas variedades, pertencentes à família Cucurbitaceae. Essa família também inclui a abóbora, pepino etc. Embora sejam frutos, eles são frequentemente usados ​​como vegetais em receitas culinárias.

Estas frutas são comidas, geralmente, frescas como sobremesas, devido ao seu sabor doce e único. Possuem uma casca dura e a polpa aquosa (95% desse fruto é composto por água), com sementes embutidas. As variedades mais populares de melão incluem melancia, o melão cantaloupe, o melão galia e o melão honeydew. Alguns podem ser comidos crus enquanto outros são cozidos, e usados em sopas e ensopados.

Melão Cantaloupe

Foto: iStock

É uma variedade bastante saborosa e doce, assemelhando-se ao sabor da melancia. A sua polpa é laranja e macia e a sua casca é cheia de relevos.

Esse melão é uma grande fonte de vitamina C e vitamina A, na forma de carotenoides. Também fornece, a quem o consome, níveis saudáveis de potássio, vitaminas B, tiamina, niacina, ácido fólico, vitamina K, magnésio e fibras.

Benefícios do melão Cantaloupe

Fonte de antioxidantes, vitamina A e vitamina C: graças a sua grande quantidade de antioxidantes, vitamina A e vitamina C, na forma de ácido ascórbico, o consumo dessa fruta ajuda a deter os danos causados pelos radicais livres em nosso corpo (1). Segundo pesquisas, uma prevenção maior de doenças pode ser alcançada a partir do aumento do consumo de frutas e vegetais ricos em carotenoides, incluindo o melão (2).

Poderoso aliado contra o câncer: estudos têm demonstrado que o melão Cantaloupe pode ser útil na prevenção do câncer de cólon, próstata, mama, endométrio, pulmão, pâncreas e cancro. Os antioxidantes e cucurbitacinas do melão resultam em apoptose  ou autodestruição das células cancerígenas. Acredita-se que estes compostos têm efeitos apoptóticos pois são capazes de entrar no núcleo da célula onde o DNA ou genes são armazenados e ativar proteínas apoptóticas que destroem as células nocivas (34).

Ótimo para a sua imunidade: os carotenos e antioxidantes encontrados no melão ajudam a estimular o sistema imunológico e prevenir infecções (5). Um carotenoide específico, o beta-caroteno, é conhecido por aumentar a imunidade e  prevenir diversas doenças crônicas. Estudos sugerem que o beta-caroteno pode melhorar o funcionamento das células imunológicas e esta é a razão pela qual ele é tão útil no combate não só a doenças comuns, mas também a doenças crônicas (6).

Melão Galia

Foto: iStock

Os melões Galia são amarelados ou esverdeados, com a polpa amarelada e doce. É uma variedade híbrida, originária do melão Ogen e do melão Honeydew.

Melões Galia são ricos em vitamina C, vitamina A , carotenoides, bioflavonóides e vários minerais, como potássio, cálcio, e ferro; além de conter níveis significativos de  fibra, incluindo pectina. Eles também não têm gordura, não têm colesterol e são baixos em calorias.

Benefícios do melão Galia

Regulador natural da saúde do seu coração: melões Galia ajudam a melhorar a saúde do coração de duas maneiras: com seus altos níveis de fibra dietética, que ajudam a reduzir o LDL ou o colesterol ruim no organismo; e com o seu alto teor de potássio, que atua como um vasodilatador, reduzindo sua pressão arterial e diminuindo suas chances de desenvolver a doença coronariana, de sofrer um derrame ou um ataque cardíaco (7).

Grande aliado dos seus olhos: a vitamina A, encontrada em boa quantidade no melão Galia, tem carotenoides que protegem especificamente a sua visão. O betacaroteno pode prevenir a degeneração macular e a catarata (8).

Previne e regula a diabetes: a pectina, encontrada nessa variedade de melão, pode ajudar a prevenir a diabetes. Assim como outras formas de fibra dietética, a pectina  regula a liberação de glicose na corrente sanguínea, a partir de açúcares simples e carboidratos. Isso significa que os diabéticos e as pessoas que estão em risco de desenvolver diabetes estão protegidos contra os picos e quedas de açúcar no sangue, condições que podem ser muito prejudiciais à saúde de um diabético (9).

Melão Honeydew

Foto: iStock

Você pode identificar esse tipo de melão pela sua pele amarelada e brilhante e sua polpa levemente esverdeada e doce. Eles possuem um alto teor de água em sua composição, mas seu teor de açúcar – chegando a 10% – também é bastante alto.

Olhando para o seu valor nutricional, é ainda mais rico em nutrientes do que uma melancia, contendo um nível maior de potássio, betacaroteno e vitamina A. Além disso, fornece ferro, vitaminas do complexo B e nutrientes essenciais para a saúde do nosso corpo.

Benefícios do melão Honeydew

Fonte de cálcio: a maioria das pessoas não tem consciência de que frutas e vegetais são ótimas fontes de cálcio. O melão Honeydew não é exceção. Comê-lo regularmente é uma excelente maneira de garantir que você mantenha dentes e ossos fortes e saudáveis. Além de beneficiar seus ossos e dentes, o cálcio ajuda no funcionamento adequado do seu coração, músculos e até mesmo seus nervos. Há estudos que sugerem que o cálcio, em combinação com a vitamina D, pode ajudar a proteger contra o câncer, diabetes e hipertensão (10).

Auxilia regulação do humor: a vitamina B6, presente nessa variedade de melão, lida com duas funções vitais dentro do corpo – reduz a inflamação e também é necessária para a síntese de neurotransmissores no cérebro, como a serotonina, responsável ​​pela regulação do nosso humor e das nossas emoções (11).

Melhora a sua pele: a grande quantidade de vitamina C no Honeydew ajuda na saúde da sua pele. Isso se deve à capacidade da vitamina C de melhorar, regular e estimular a produção de colágeno em seu corpo (12). O colágeno é normalmente encontrado nos ossos, músculos, pele e tendões do corpo. É essencial para manter sua pele jovem e saudável. É o tipo mais abundante de proteína em seu corpo e é o principal responsável pela reparação do tecido da pele e dos vasos sanguíneos, mantendo-os também nutridos (13).

Alertas sobre o consumo de melão

Certifique-se de lavar e esfregar a superfície externa de um melão antes de cortar, para diminuir o risco de passar bactérias nocivas, como a Salmonella, para a polpa do melão.

Os betabloqueadores, um tipo de medicamento mais comumente prescrito para doenças cardíacas, podem causar o aumento dos níveis de potássio no sangue. Alimentos com alto teor de potássio, como o melão, devem ser consumidos com moderação quando se toma betabloqueadores.

Consumir muito potássio pode ser prejudicial para aqueles cujos rins não são totalmente funcionais.