12 motivos para você incluir a rúcula na sua dieta

Escrito por Heloisa Fernanda

iStock

Com um sabor picante e amargo inconfundível, a rúcula é um vegetal originário da região do mediterrâneo. O seu sabor não é muito apreciado por alguns, enquanto outros amam.

A rúcula pode ser degustada de várias formas e é considerada como um dos vegetais que mais oferecem nutrientes em relação ao baixo número de calorias. O vegetal fornece muitos dos benefícios que outros vegetais da mesma família, como os brócolis e a couve.

Quais os benefícios da rúcula?

iStock

A rúcula é rica em vitaminas, proteínas e sais minerais. Se consumida regularmente, o vegetal pode trazer inúmeros benefícios para a saúde e ajudar a reduzir o risco de muitas doenças, além de manter a mente clara e focada. Conheça os principais benefícios:

1. É rica em nutrientes

Segundo o Índice Agregado de Densidade de Nutrientes (ANDI), a rúcula está entre os 20 principais alimentos que fornecem quantidade alta de nutrientes para pequena quantidade de calorias (1).

Duas xícaras de rúcula pesando cerca de 40 gramas contém aproximadamente 10 calorias, onde contém a necessidade diária(2):

  • 20% de vitamina A
  • 8% da vitamina C, cálcio e folato
  • Mais de 50% de vitamina K

2. Desintoxica o corpo

A rúcula é rica em antioxidantes, que ajudam a manter o equilíbrio de reações dentro das células e destruir os radicais livres causadores de doenças. Ajuda a proteger não só contra um simples resfriado, mas também reforça as defesas contra doenças cardíacas e envelhecimento precoce (3).

3. Previne o câncer

Um dos principais benefícios é prevenir o câncer. Os fitoquímicos encontrados em grandes quantidades na rúcula podem inibir as atividades das células causadoras do câncer. Esses compostos ajudam a combater o câncer de próstata, cólo de útero, mama, cólon e ovário (4).

4. Acelera o metabolismo

Conforme envelhecemos, nosso metabolismo fica mais lento. A rúcula tem vitaminas do complexo B que aceleram o metabolismo e a oxigenação das células, ajudando a pessoa a ter mais energia e a diminuir a sensação de fadiga (5).

5. Melhora a visão

A rúcula é uma fonte de carotenoides, que melhoram a visão das pessoas e retardam o processo de degeneração macular, que é quando a visão fica comprometida, causando na maioria dos casos a famosa catarata. Comer rúcula ajuda a retardar essa doença (6).

6. Ajuda a perder peso

Incluir a rúcula na dieta traz resultados muito positivos para quem deseja perder peso, afinal é uma planta de baixa caloria, rica em nutrientes e que satisfaz necessidades nutricionais necessárias para o ser humano. Adicioná-la em qualquer dieta é uma atitude saudável (7).

7. Previne osteoporose

A rúcula tem altos níveis de vitamina K, que ajuda a melhorar a saúde óssea e a absorção de cálcio pelo organismo, evitando fraturas. Duas xícaras de rúcula contém 64 mg de cálcio (8), (9).

8. Regula o diabetes

Outro poderoso benefício da rúcula é ajudar no tratamento do diabetes. O vegetal tem um antioxidante chamado ácido alfa-lipóico, que ajuda a reduzir os níveis de glicose no sangue, aumentando a sensibilidade à insulina e ajudando a prevenir as alterações da doença (10).

Além de todos esses benefícios, a rúcula é um ingrediente versátil e que pode compor pratos variados, desde saladas até refogados.

Como incluir a rúcula na sua dieta

iStock

A rúcula é geralmente consumida crua em saladas e essa é melhor forma de aproveitar todos os benefícios nutricionais, porém têm inúmeras outras formas de acrescentá-la na dieta. Vale ressaltar que a melhor forma de aproveitar todos os nutrientes é não cortar as folhas, pois ela pode perder algumas propriedades.

Para ter uma refeição mais saudável e rica em nutrientes, adicione tomate cereja, frango grelhados e nozes à rúcula. Se achar que o sabor da rúcula é picante demais, uma forma de tornar o sabor mais doce ao paladar é prepará-la com algum legume refogado.

Se preferir uma refeição com mais calorias, tempere a rúcula com sal, limão, queijo e pimenta, e depois adicione essa mistura ao macarrão quando for temperá-lo. A rúcula também pode ser colocada em sanduíches naturais para incrementar o sabor, ou até mesmo ser colocada em pizzas, juntamente com tomate seco.

Outra forma de consumir a rúcula é acrescentá-la em um suco detox. Bata em um liquidificador 150 ml de água, 8 a 10 folhas de rúcula, 3 rodelas de abacaxi e 3 ramos de hortelã.

A rúcula tem contraindicações?

iStock

É sempre bom ressaltar que a prevenção de doenças é resultado de uma dieta equilibrada. Não adianta focar apenas na rúcula e esquecer de outros alimentos que também são importantes para nossa saúde. Deve-se sempre comer um pouco de tudo e variar a alimentação para ter uma boa saúde.

É importante se atendar para o seguinte: se você estiver tomando coagulante Coumadin, tome cuidado com o consumo de rúcula, pois ela é rica em vitamina K, que é um coagulante. Antes de mudar a dieta, consulte seu médico ou nutricionista (11).

Se você tiver doença cardiovascular ou fatores de risco associados, é importante consultar o médico antes de fazer uma dieta rica em nitrato, que é um composto presente na rúcula. A ingestão de nitrato pode interagir com certos medicamentos (12).

Agora você já sabe as vantagens de incluir a rúcula na sua rotina. Que tal preparar uma salada bem gostosa e refrescante?