Feno-grego: conheça os benefícios desse afrodisíaco natural

Escrito por Andreia Miranda

iStock

Inúmeras alternativas medicinais ajudam quem sofre com a falta de libido. O feno-grego, planta da família Fabaceae, é famoso também por esse motivo, mas não apenas por isso. Comum em países do Mediterrâneo, como a Índia, China e Turquia, ele começou a fazer sucesso no Brasil especialmente nas últimas décadas.

Essa é considerada uma planta digestiva e com diversas indicações, que não se limita à característica afrodisíaca (1). Isso porque entre os seus componentes principais também estão presentes proteínas, flavonoides e vitamina A. A seguir você poderá saber mais sobre a planta, os seus benefícios e qual a melhor forma de consumi-la no dia a dia!

6 benefícios do feno-grego

iStock

A planta é considerada um afrodisíaco natural porque ajuda na regulação de hormônios como a testosterona (2). Além disso, ela pode ser benéfica para quem busca aumentar a massa muscular ou até estimular o crescimento dos cabelos. Nos tópicos abaixo você encontra os principais benefícios da planta:

1. Aumenta a libido

Essa ação acontece tanto em homens quanto em mulheres, mas é em pessoas do sexo masculino que a erva tem melhores efeitos. E isso porque ele é um ótimo regulador para os níveis de testosterona, que é o hormônio masculino ligado à atividade sexual. Ou seja, quando ele está baixo acontece a perda de libido. E como resultado do uso regular de feno-grego temos o aumento do desejo sexual.

Desde que a perda da libido não tenha causas mais profundas, como a depressão, a planta pode ser uma boa alternativa. Nesse caso, pode ser ideal uma avaliação médica antes de tratar-se apenas assim.

2. Aumenta a massa muscular

A planta é tida também como um complemento natural a quem busca tonificar o corpo com o ganho de massa muscular. Pesquisas revelam que ela age nos processos metabólicos, o que pode ser positivo para quem tem uma rotina de exercícios físicos. Quando associado a uma dieta específica, os estudos confirmam que o feno-grego auxilia a ganhar mais músculos (3).

3. Potencializa o crescimento do cabelo

A substância natural é curiosamente utilizada também para os cabelos. O tratamento normalmente é caseiro e feito com as sementes da planta. Por conter proteínas e compostos como ácidos nicotínicos e lecitina, a planta fortalece a raiz dos fios. Ainda, as sementes estimulam o crescimento do cabelo graças a um dos seus ativos hormonais.

4. Auxilia o sistema digestivo

Problemas como má digestão, inflamação no estômago, dor abdominal ou prisão de ventre podem ser tratados com o feno-grego. Pois a planta, que é rica em fibras, é excelente para a constipação. Além disso, ela ainda é um anti-inflamatório natural.

5. Age como anti-inflamatório

Você acabou de ver que a planta age como um anti-inflamatório, mas é preciso entender melhor. Essa ação é muito extensa, podendo ir desde a pele até o sistema respiratório. Ela ajuda no combate a úlceras de boca, feridas, bronquite, artrite, furúnculos e até câncer.

6. Rico em nutrientes

Essa planta destaca-se pela grande quantidade de nutrientes na composição. Dos minerais ela é rica em ferro, cálcio, zinco, magnésio, potássio, entre outros. Quanto às vitaminas, estão presentes as do complexo A e B, além da vitamina C.

É devido a tantos benefícios que a erva se popularizou no Brasil. Como você pode ver, ela não se restringe à beleza ou libido. Como tantos remédios naturais, esse também se destaca por melhorar a digestão e ser rico em nutrientes.

Feno-grego engorda ou emagrece?

A dúvida é muito comum quanto à interferência dele no peso. Na verdade, o feno-grego é utilizado por muitas pessoas para emagrecer pela sua capacidade de diminuir a fome (4 e 5).

Além disso, ele é rico em galactomanano, responsável pela quebra da gordura no organismo. Ou seja, além de aumentar a saciedade, ele também queima calorias e acelera o metabolismo. Ainda, é importante destacar que ele possui alguns carboidratos saudáveis.

Como consumir feno-grego

  • Crescimento do cabelo: com o feno-grego é possível produzir misturas para promover o crescimento capilar. Para isso é preciso fazer uso dele na forma de sementes ou em pó. No caso do pó, ele é misturado com óleo de coco e aplica-se no couro cabeludo massageando o local;
  • Inflamações de pele: para as inflamações, utiliza-se as sementes trituradas e misturadas com água morna. Após, molha-se um pano com a mistura para aplicá-lo na inflamação por alguns minutos;
  • Suplemento natural: para ajudar no ganho de massa, ferve-se uma colher de sopa de sementes em meio litro de água. A indicação é para beber pela manhã e em jejum;
  • Culinária: o feno-grego é considerado uma especiaria, o que o leva a ser muito comum na gastronomia de outros países. Além disso, o seu uso terapêutico é levado para as receitas através de suas folhas, sementes ou em pó.

Há muitas receitas disponíveis na internet sobre as mais variadas formas de consumir a erva. Há formas de produzir tônicos capilares, chás ou até mesmo compressas. Com tantos benefícios é difícil citar uma forma que não se possa utilizar o feno-grego. É importante lembrar sempre de evitar o seu excesso, assim como qualquer outra planta terapêutica.

Contraindicações e efeitos colaterais

iStock

Mesmo sendo natural e até terapêutico, é preciso ter cuidado com o uso do feno-grego. Os seus malefícios estão associados ao consumo incorreto ou em excesso. No geral, eles causam desconforto no intestino, inchaço, aumento de gases e diarreia. Mais raro, pode causar urina com odor incômodo e reações alérgicas.

  • Gestantes: como tem alto impacto no sistema reprodutivo feminino, o feno-grego pode elevar as chances de aborto durante a gravidez;
  • Pacientes com distúrbios hemorrágicos: a planta pode agir como anticoagulante, o que aumenta o risco de sangramento excessivo nesse tipo de paciente;
  • Asmáticos: em alguns casos a planta pode aumentar as dificuldades respiratórias de asmáticos;
  • Indivíduos com alergia a amendoim ou grão-de-bico: esses alimentos são da mesma família que o feno-grego, por isso a contraindicação;
  • Diabéticos ou hiperglicêmicos: a erva diminui o nível de glicose, por isso é melhor evitar o seu consumo.

Como se pode perceber, a fama do feno-grego não é apenas de afrodisíaco natural. A erva tem um grande potencial de tratamento e não é difícil encontrá-la no Brasil. Em alguns lugares ela ainda pode ter outros nomes, tais como ervinha, fenacho e alforvas.

O feno-grego é uma especiaria popular na medicina oriental, por isso, incorporá-lo em sua dieta pode trazer vários benefícios a sua saúde. Seja para fugir dos remédios tradicionais ou para aumentar a imunidade do organismo, produtos naturais são sempre bem-vindos! Portanto, converse com o seu médico sobre a melhor forma de utilizar a planta para o seu caso. A sua saúde agradece!