Vinagre de maçã: 6 benefícios desse elixir mágico para sua saúde

Escrito por Carol Kirsch

Pense Natural

O vinagre de maçã tornou-se um dos queridinhos entre os adeptos de uma vida saudável e de alternativas naturais para medicamentos, cosméticos e produtos de limpeza. Alguns de seus benefícios são baseados em experiências pessoais, costumes de povos antigos e conhecimentos empíricos.

Entretanto, muitos deles são de fato comprovados pela ciência como extremamente benéficos para sua saúde. Vamos descobrir quais são?

6 benefícios cientificamente comprovados do vinagre de maçã para sua saúde

Foto: iStock

1. É potente no combate a fungos e bactérias

O vinagre é conhecido pela sua capacidade de matar microorganismos, tanto que costuma ser utilizado para higienizar frutas e vegetais (1, 2, 3), e até mesmo para limpar e esterelizar objetos e ambientes. Hipócrates, o pai da medicina moderna, utilizava o vinagre para higienizar feridas há mais de dois mil anos.

Até hoje, ele é popularmente utilizado no tratamento de fungos nas unhas, piolhos, acne e infecções nos ouvidos, embora nem todos esses usos tenham sido testados cientificamente.

2. Reduz os níveis de açúcar no organismo e combate o diabetes

Possivelmente o mais estudado (e bem sucedido!) atributo do vinagre de maçã é o uso no tratamento de pacientes com diabetes do tipo 2, que mantém elevados os níveis de açúcar no sangue. Embora seja a principal característica da doença, e a maior parte dos estudos seja baseada nestes pacientes, é sabido que níveis elevados de açúcar no organismo não são prejudiciais apenas para diabéticos.

De acordo com estudos recentes, o vinagre de maçã é uma das melhores alternativas naturais para o controle dos níveis de glicose no sangue: melhora a sensibilidade à insulina em uma refeição rica em carboidratos em 19-34 %, reduz o açúcar no sangue em mais de 1/3 após o consumo de 50 g de pão branco, reduz em 4 % o açúcar no sangue em jejum quando consumido antes de dormir, além de melhorar a função insulínica e estabilizar os níveis de glicose.

Com tantos benefícios, o vinagre de maçã torna-se não só um grande aliado para pessoas com diabetes ou pré-diabetes, como pra quaisquer pessoas que queiram evitar os riscos causados pelos altos níveis de açúcar no organismo (4, 5, 6, 7, 8, 9).

3. Melhora os níveis de colesterol

Uma das grandes preocupações dos dias de hoje são os índices de colesterol. Causados em sua maioria por uma alimentação inadequada e tendo como consequência uma série de problemas de saúde, alguns gravíssimos, o colesterol, quando não é, deveria ser uma preocupação da grande maioria da população.

Estudos apontam que o consumo regular de vinagre de maçã pode ajudar a aumentar o HDL (o chamado colesterol “bom”), além de controlar os triglicerídeos e proteger as partículas de LDL da oxidação (10, 11, 12, 13, 14).

4. É um aliado da saúde do coração

As doenças cardíacas são atualmente a principal causa de morte prematura no mundo todo (15). Embora questões genéticas e hereditárias tenham uma grande influência, os hábitos alimentares e de estilo de vida fazem toda a diferença nos riscos de desenvolver ou não este tipo de moléstia.

Entre os hábitos que contribuem para a prevenção, sem dúvidas o consumo de vinagre de maçã tem destaque. De acordo com pesquisas realizadas, além de equilibrar o colesterol, que contribui para a saúde do coração, ele também ajuda a reduzir a pressão sanguínea, o que faz toda a diferença na hora de prevenir ou controlar as doenças cardíacas (16, 17, 18).

5. Pode ser utilizado para curar cândida, aftas e estomatites

Como mencionamos anteriormente, o vinagre de maçã é um excelente bactericida. Rico em enzimas naturais, o seu consumo é excelente para o combate da cândida, infecções fúngicas e uma série de problemas de saúde que podem ser oriundos do desequilíbrio da flora intestinal (de fadiga a depressão, passando por desejos por doce e aftas).

Fatores como stress, alimentos processados, alguns tipos de remédios e excesso de açúcar podem deixar o organismo muito ácido, matando as bactérias que são necessárias ao bom funcionamento do nosso organismo.

Como o vinagre de maçã é fermentado com levedura, ele torna-se um excelente prebiótico para alimentar as bactérias saudáveis do intestino, auxiliando no combate das bactérias ruins, como a cândida, por exemplo (19).

6. Pode ser um aliado do emagrecimento

É isso mesmo! Além dos benefícios mencionados acima, a ciência ainda comprova que o vinagre de maçã pode ser extremamente benéfico para reduzir a gordura localizada e até mesmo combater a obesidade.

Ao interferir na resposta insulínica do organismo, como mencionamos no tópico que fala sobre o controle da diabetes, o vinagre de maçã também ajuda a aumentar a saciedade.

Já ao curar a flora intestinal, como mencionado no tópico sobre a cândida e outras bactérias, ele ajuda a controlar as compulsões alimentares por doces ou alimentos refinados. Ao comer menos e melhor, a consequência é o emagrecimento!

Alguns estudos apontam que, ao consumir o vinagre de maçã acompanhado de uma refeição rica em carboidratos, a sensação de saciedade aumentou a ponto de fazer os participantes comerem de 200 a 275 calorias a menos ao final do dia. Já um estudo realizado com pessoas obesas indicou que o consumo do mesmo vinagre resultou na perda de 1,2 a 1,7 quilos (20, 21, 22, 23, 24, 25, 26).

Como utilizar?

Foto: iStock

O uso mais comum do vinagre de maçã é no tempero das saladas e em molhos ou marinadas, mas ele não precisa ser o único. Para quem pensa em aproveitar todos os benefícios do consumo regular deste elixir, consumi-lo como um tônico é uma boa ideia.

Você pode diluir de uma a duas colheres de sopa em um copo de água e beber diariamente pela manhã. Outra alternativa, para quem se incomoda com o sabor ácido, é utilizá-lo no preparo do suco verde ou da limonada. Comece o uso com pequenas quantidades e, se possível, dê preferência à versão orgânica.

Outros usos do vinagre de maçã

Foto: iStock

Embora baseados muito mais em conhecimentos empíricos e em tradições do que de fato em estudos científicos, existem outros usos do vinagre de maçã além da alimentação. Graças a seu poder bactericida, cicatrizante e emoliente, ele tem se tornado um dos queridinhos da cosmética e higiene do lar, juntamente com o óleo de coco e o bicarbonato de sódio. Confira alguns dos seus usos:

  • Na limpeza: graças a suas propriedades bactericidas, o vinagre de maçã tem sido utilizado como uma alternativa mais sustentável e menos alergênica aos desinfetantes e detergentes para a limpeza doméstica. Também é ótimo para higienizar vegetais, a fim de eliminar microorganismos.
  • No cabelo: muitas pessoas adeptas de uma cosmética mais natural têm optado pelo vinagre de maçã como substituto do condicionador. Além de desembaraçar os fios e conferir maciez, ele dá brilho e pode auxiliar no combate à caspa. Use-o na proporção de 1 colher de sopa para cada copo de água fria.
  • Na pele: com a promessa de regular o PH da pele e agir como bactericida, o vinagre de maçã tem sido utilizado como tônico facial. Combinado com água morna ou chá verde, ele pode ser aplicado de uma a duas vezes por dia.
  • Limpeza a seco: para limpar o sofá, o tênis, o tapete ou remover manchinhas de casacos, combine o vinagre de maçã com bicarbonato de sódio, formando uma pasta. Aplique com uma escova e deixe por 15 minutos. Em seguida, remova com um paninho embebido em água quente.
  • E o seu consumo é 100% seguro?

    Foto: iStock

    A princípio, o vinagre de maçã é seguro, desde que não seja consumido em excesso. Quando em grandes quantidades, ele pode vir a apresentar alguns efeitos colaterais, tais como:

    1. Aumento dos sintomas da gastroparesia

    Nesta condição, comum entre diabéticos, os nervos do estômago não funcionam adequadamente, fazendo com que a comida permaneça tempo demais no estômago. Com isso, ocorrem inchaço, azia e náuseas.

    2. Diminuição do potássio no sangue e perda óssea

    Quando consumido em excesso, o vinagre de maçã pode influenciar na absorção de potássio pelo organismo, o que acaba por influenciar na constituição óssea da pessoa. Pessoas que tomam medicamentos que causam perda de potássio (como os usados para diabetes, alguns diuréticos e Digoxina) devem tomar cuidado com o consumo de vinagre de maçã. Na dúvida, é sempre válido consultar o seu médico.

    3. Erosão do esmalte dentário

    Além dos ossos, os dentes também podem ser prejudicados caso o vinagre de maçã seja consumido em quantidades muito acima das recomendadas. A sua acidez pode prejudicar o esmalte dentário, o que, em consequência, pode ocasionar cáries.

    4. Queimaduras na pele

    Apesar dos seus benefícios, o vinagre de maçã deve ser aplicado na pele em doses moderadas e, se possível, diluído. O excesso dele pode causar irritações e até mesmo queimaduras em peles mais sensíveis.

    É sempre bom lembrar que nenhum alimento ou suplemento, sozinho, faz milagres pelo emagrecimento ou pela cura, mas, ao combiná-lo com hábitos de vida mais saudáveis e uma alimentação balanceada, o vinagre de maçã pode ser “um santo remédio”!