Tanchagem: conheça os benefícios dessa poderosa planta medicinal

Escrito por Andreia Miranda

iStock

A tanchagem é uma planta medicinal com alto poder de cura em casos de gripes, tosses e inflamações na garganta. Pertencente à família das Plantagináceas, seu nome científico é Plantago major. O seu chá é a forma de consumo mais conhecida, mas ainda pode ser utilizada como pomada para a pele e cabelos.

Essa herbácea alcança até 30 centímetros de altura e é nativa da Europa, embora tenha se popularizado há muitos anos no Brasil. É comum encontrá-la crescendo em terrenos abandonados, já que é uma planta daninha. A planta possui uma composição rica: potássio, cálcio, catapol, flavanoides, ácido salicílico, entre outros compostos. Neste artigo você descobrirá mais sobre a planta e os seus principais benefícios à saúde!

9 benefícios da tanchagem para a saúde

Não é difícil entender por quais razões essa planta medicinal é tão benéfica. Com inúmeras propriedades e sendo natural, ela é um verdadeiro remédio à saúde. Cicatrizante, analgésica, digestiva, anti-inflamatória: essas são apenas algumas das características dela que você conhecerá a seguir!

1. Ação anti-inflamatória

Estudos sugerem que as propriedades da tanchagem são altamente anti-inflamatórias. Graças a isso, a planta é utilizada para casos como gengivite, estomatite e amigdalite (1). Para dores de garganta, especialmente, é sugerido o gargarejo do seu chá.

2. Atua no tratamento da leucorreia

A leucorreia é o nome médico do corrimento vaginal. Normalmente, o tratamento é feito com antibiótico ou antifúngico. Como a planta tanchagem possui essas propriedades, ela pode ser uma opção alternativa ao tratamento da condição (2).

As causas da leucorreia estão associadas a inflamações, fungos ou ainda reações alérgicas a produtos de higiene íntima. Independente de quais forem, podem ser tratados com banho de assento. Essa é a prática em que a mulher senta em uma banheira ou então em uma bacia para aliviar os sintomas da doença (irritação, coceira e ardência).

3. Trata problemas respiratórios

Pesquisas indicam que a erva tem função medicinal no combate a doenças respiratórias. O uso das suas folhas ajuda a reduzir irritações nos tecidos pulmonares (3). Assim, o sistema imunológico é fortalecido.

Esse é um dos principais benefícios da planta justamente por ser alvo de estudos. Conforme os resultados, a erva é mesmo útil nos casos de problemas respiratórios.

4. Trata bronquite

Como você acabou de ver, a tanchagem é benéfica para todo o sistema respiratório no tratamento de doenças. Contudo, com relação à bronquite a sua atuação se destaca. Comprovadamente, ela atua no alívio ao desconforto dos sintomas dessa inflamação que atinge a região dos brônquios (4).

Isso se deve graças ao fato de a planta atuar como um emoliente. Ou seja, ela encobre a membrana mucosa que é afetada pela inflamação. Assim, os desconfortos são minimizados.

5. Diminui a acne

A planta medicinal também pode ajudar a obter uma pele mais lisa e bonita. Assim como o óleo de copaíba, a tanchagem também atua como um cicatrizante natural diminuindo as cicatrizes provocadas por cravos e espinhas (5). A indicação é para aplicar o chá da planta em uma gaze ou algodão e colocar em contato com a acne ou cravo que se desejar.

6. Protege o organismo de leveduras

As leveduras são fungos unicelulares considerados maléficos ao organismo. A tanchagem é de uma família de plantas historicamente utilizada contra esses organismos maléficos para proteger o organismo. Isso acontece porque as suas folhas são resistentes a esse tipo de levedura (6).

7. Laxante natural

Uma das propriedades da tanchagem é a mucilagem. Ela é um polissacarídeo complexo e possui funções alimentar, de reservatório de água e atividade laxativa. Isso acontece justamente porque ela retém água no bolo alimentar. Assim, age como um laxante natural, o que é benéfico principalmente para quem sofre de problemas intestinais.

8. Ação antibacteriana

A proteína age também como um potente antibacteriano ao corpo (7). A sua propriedade responsável por essa atuação é principalmente a aglicona da aucubina (aucubigenina).

9. Reduz o inchaço

Muitas pessoas tomam o chá dessa planta visando emagrecer. Na verdade, a tanchagem não leva à perda de peso, mas, por ter ação diurética, ela reduz o inchaço (8). Assim, diminui a retenção de líquidos, o que pode favorecer o emagrecimento para quem segue uma dieta equilibrada e pratica exercícios físicos.

Como se pode perceber acima, além da importância ao sistema respiratório, a planta protege o sistema imunológico no todo. Portanto, ela é considerada um remédio natural graças às atividades farmacológicas que possui e exerce no organismo. Com um uso amplo, desde tosses até infecções urinárias, a planta já se destaca entre a medicina alternativa há muitos anos.

Como fazer chá de tanchagem

  1. Aqueça 1 l de água;
  2. Desligue a água e acrescente a ela 20 g de folha de tanchagem na panela;
  3. Tampe o recipiente e aguarde cerca de 20 minutos enquanto esfria;
  4. Basta coar e servir!

O chá é a forma mais simples e conhecida de se utilizar a tanchagem no dia a dia. Essa é a receita simples do chá, mas há quem a incremente conforme as suas preferências. Para tratar espinhas e acne, por exemplo, mistura-se mel à receita. Os ingredientes variam conforme o que você deseja obter a partir do chá.

Outras formas de consumo

  • Tintura: para obter a tintura a partir dessa planta é preciso ter paciência por algumas semanas. Ela é obtida através da mistura entre as folha secas e picadas com 1 litro de vodka ou conhaque. Depois disso é preciso esperar de 6 a 8 semanas com o recipiente guardado em um local escuro. A vantagem é que a tintura dura até três anos e é muito utilizada para problemas catarrais;
  • Pomada: a pomada é excelente para tratar cortes, urticárias e alergias na pele. Ela é obtida após se lavar e secar bem as folhas. Em seguida deve-se deixar as folhas guardadas na geladeira. O óleo de coco é muito utilizado como base da pomada. Já para o uso no cabelo é possível misturar com óleo de rícino.

Essas formas de consumo da tanchagem são muito populares e inclusive indicadas na medicina alternativa. Embora seja importante observar quais são as doses diárias permitidas, elas apresentam a vantagem de oferecer menos riscos à saúde quando comparada a medicamentos tradicionais.

Cuidados e contraindicações

iStock

Mesmo sendo um produto natural, é importante não consumir a planta em excesso, já que pode ocasionar efeitos colaterais. Entre eles, você pode sentir sonolência, cólicas e até mesmo ficar desidratado. Ainda, grávidas e pacientes cardíacos podem não ser indicados para o seu consumo, pois a planta pode induzir o aborto e elevar a pressão arterial.

Quem faz uso de medicamentos deve consultar sempre o médico antes de utilizar a tanchagem como remédio natural por conta própria. Além disso, é importante respeitar as doses diárias. No caso do chá, não se recomenda mais do que duas xícaras por dia.

Essa planta rica em propriedades medicinais é alvo de estudos no mundo todo. Muitos deles já comprovam a sua ação, o que aumenta a popularidade da erva em tantos lugares. Sendo assim, é fácil encontrar a tanchagem em lojas de produtos naturais e feiras livres para proteger a sua saúde de forma natural e econômica!