Capim-limão: saiba se faz bem para a saúde e quais as formas de uso

iStock

O capim-limão é uma planta bastante aromática e muito utilizada tanto para a preparação de receitas quanto para a produção de produtos de beleza — shampoos, cremes e óleos essenciais. Originário da Índia, suas folhas são compridas e podem formar um arbusto bem cheio.

Na tradição popular, o capim-limão é usado para relaxar os músculos, acalmar a mente e até mesmo para deixar os dentes mais brancos. Abaixo, descubra os benefícios dele para a saúde e as melhores formas de utilizá-lo!

Quais são os 5 benefícios do capim-limão?

iStock


Por conta de suas propriedades fitoterápicas, o capim-limão pode fazer muito bem para a saúde de forma geral. Entretanto, é importante ressaltar que nenhum alimento sozinho pode substituir remédios ou curar doenças. Considerando essa observação, veja a seguir os efeitos benéficos do capim-limão.

1. É muito nutritivo

Sem dúvidas, o primeiro benefício do capim-limão é com relação ao seu valor nutricional. Afinal, ele é rico em minerais, vitaminas e antioxidantes importantes para o organismo (1).

De fato, em 100 gramas da erva fresca é possível encontrar os seguintes nutrientes:

  • 723 mg de potássio;
  • 101 mg de fósforo;
  • 65 mg de cálcio;
  • 60 mg de magnésio.

Além disso, o capim-limão também tem ferro, zinco e vitamina A, B e C. A mesma porção ainda fornece 99 kcal e cerca de 70 gramas de água.

2. É rico em antioxidantes

A presença de antioxidantes é outro ponto positivo do capim-limão. De acordo com estudos, a erva é rica nesse tipo de substância que combate o efeito prejudicial dos radicais livres no organismo (2).

O ácido clorogênico é um deles e estaria associado à ação prevenção de disfunções celulares que ocorrem dentro das artérias. Já o óleo essencial feito a partir da planta tem um componente chamado citral, conhecido por inibir o crescimento de células cancerígenas.

3. Tem propriedades anti-inflamatórias

Além de agir como antioxidante, o capim-limão tem propriedades anti-inflamatórias. Qual é a importância disso? De fato, a inflamação é um processo que pode provocar doenças cardíacas e derrame, por exemplo.

No entanto, existem indicativos de que certos componentes da planta — como o citral e o geraniol — tem um grande potencial para diminuir as marcas inflamatórias no organismo (3).

4. Alivia os sintomas da TPM

Popularmente, o capim-limão é utilizado como uma solução natural para aliviar cólicas menstruais e os sintomas da TPM.

Embora não existam pesquisas científicas que possam comprovar esse benefício, a erva tem ação diurética e o seu óleo essencial pode ser eficaz para acalmar e relaxar o corpo. Esses são fatores que contribuiriam para diminuir o desconforto causado pela condição (4).

5. Pode ajudar no emagrecimento

Tomar chá de capim-limão é um hábito saudável e que bastante positivo para quem deseja emagrecer. Afinal, a erva favorece o bom funcionamento da digestão e promove a desintoxicação do organismo (5).

Vale ressaltar ainda que o consumo da planta ou de seu óleo essencial pode estar relacionado com níveis saudáveis de colesterol no sangue (6).

Como preparar corretamente o chá de capim-limão?

  1. Em uma chaleira, coloque 200 ml de água para ferver;
  2. Depois, retire do fogo e espere esfriar um pouco ou até que chegue a 90°;
  3. Em seguida, acrescente na água um sachê ou um maço pequeno de capim-limão;
  4. Cubra com um pano e espere a infusão agir por ao menos 10 minutos antes de consumir.

A maneira mais simples e popular de consumir o capim-limão é por meio de chá. É possível encontrá-lo nos supermercados e em lojas de produtos naturais na forma desidratada. Já a versão fresca é vendida em feiras e hortifrútis. Se quiser deixar o chá ainda mais nutritivo, acrescente limão, gengibre ou até mesmo algumas rodelas de laranja.

Existem outras maneiras de usar o capim-limão?

  • Culinária: o capim-limão faz parte de várias receitas. Na culinária tailandesa, por exemplo, ele é usado para temperar e aromatizar sopas, ensopados e preparações com vegetais ou peixes;
  • Repelente: pelo fato de ser rico em aldeídos, o óleo essencial de capim-limão funciona como um repelente natural. Basta misturar algumas gotas dele em água e colocá-lo em uma embalagem do tipo spray;
  • Desodorante natural: junto com o óleo de coco, a erva ainda age como um bom desodorante natural. Além de proteção contra bactérias e fungos, ela tem um aroma suave e agradável;
  • Óleo para massagem: o capim-limão é utilizado na aromaterapia para reduzir o estresse, relaxar os músculos e melhorar o sono;
  • Produto de limpeza: junto com água, vinagre ou até mesmo óleo de coco, o capim-limão pode ser ainda um ótimo agente de limpeza.

Apenas tenha em mente que o uso de óleos essenciais — inclusive de capim-limão — deve ser feito de forma moderada. Além disso, poucas gotas já são capazes de produzir o efeito esperado.

O capim-limão pode fazer mal?

iStock


De maneira geral, o capim-limão pode ser utilizado pela maioria das pessoas, tanto como alimento quanto como cosmético ou produto de limpeza. Entretanto quem tem a pele sensível ou alergia pode sentir algum tipo de desconforto ao entrar em contato com a erva.

Para ter certeza disso, faça um teste: basta colocar uma gotinha de o óleo essencial de capim-limão na pele e observar a reação. Caso sinta ardência ou irritação, evite a planta e procure um médico. Além disso, alguns especialistas recomendam que grávidas ou mulheres que estão amamentando devem evitar o consumo da planta. Porém, converse com seu ginecologista ou nutricionista para que ele possa dar uma orientação específica.

Com essas ressalvas em mente, use o capim-limão de forma moderada e aproveite os benefícios que ele proporciona para a saúde!