Unha de gato: 10 benefícios, como utilizar e contraindicações

Escrito por Andreia Miranda

iStock

A unha de gato é uma planta usada há anos pela medicina popular, por causa das suas propriedades anti-inflamatórias, antioxidantes, imunoestimulantes, antibacterianas e antivirais. Também conhecida como garra de gato e bejuco de água, trata-se de uma espécie de trepadeira, que cresce na forma de cipó.

Seu nome científico é Uncaria tomentosa e possui diversos nutrientes em suas folhas, raiz, casca e em seu cipó. Por isso é amplamente utilizada como medicamento natural para tratar diversas doenças, como gastrite, asma, herpes e até mesmo HIV. Mas esses não são os únicos benefícios proporcionados pela unha de gato. A seguir, listamos 10 outros que vão motivá-lo a inserir a planta em sua rotina.

10 benefícios da unha de gato para sua saúde

iStock

A unha de gato é muito conhecida pela quantidade de nutrientes que possui. Por esse motivo, ela é recomendada e utilizada como tratamento natural para diversos problemas de saúde. A seguir veremos alguns de seus inúmeros benefícios:

1. É muito nutritiva

Seu primeiro benefício não poderia ser outro. Seu enorme valor nutricional faz da unha de gato uma excelente planta medicinal. Vejamos alguns de seus principais nutrientes:

  • Alcaloides oxindoles: presentes na casca e nas raízes da planta, fortalecem o sistema imunológico do organismo;
  • Hirsutina: um alcaloide que ajuda a diminuir a pressão arterial;
  • Flavonoides: substância que possui funções antioxidantes;
  • Glicosídeos: componentes anti-inflamatórios que auxiliam no combate de artrite, prostatites e inflamações.

Como podemos perceber, o valor nutricional da unha de gato está diretamente ligado a sua composição. Portanto, a planta é uma forte aliada no combate de diversos problemas de saúde.

2. Ajuda o sistema imunológico

Como falado no tópico anterior, os alcaloides oxindoles presentes na unha de gato estimulam as defesas do organismo. Estudos mostraram aumento de 50% no sistema imunológico dos pacientes que fizeram uso regular da planta (1).

3. Possui efeito anti-inflamatório

A unha de gato também ameniza dores nas articulações decorrentes de doenças reumáticas, como gota e artrite (2).

4. Diminui a pressão arterial

Pesquisas revelam que a hirsutina atua como bloqueador dos canais de cálcio nos vasos sanguíneos e no coração, diminuindo assim, a pressão arterial (3). Além disso, esse alcaloide relaxa os vasos sanguíneos ajudando o sangue a fluir melhor.

5. Ajuda a combater o herpes

A propriedade antiviral da unha de gato faz com que a planta ajude a tratar enfermidades infecciosas, como o herpes e a amigdalite, por exemplo (4).

6. Ajuda o sistema digestivo

Os glicosídeos do ácido quinóvico presentes na unha de gato funcionam como imunoestimulantes para o organismo. Assim, são capazes de diminuir inflamações e sintomas da gastrite e úlcera (5).

7. Ajuda pacientes portadores de HIV

Não existem estudos concretos sobre a eficácia da erva nestes casos, mas seus componentes que auxiliam no aumento da imunidade, fazem com que a unha de gato seja indicada para portadores do vírus. No Peru já existem tratamentos de HIV com a planta.

8. Ajuda no controle dos radicais livres

Suas propriedades antioxidantes contribuem para o controle dos radicais livres, evitando o envelhecimento das células. Isso contribui para melhorar a saúde da pele e evitar o risco de doenças degenerativas.

9. Ajuda a combater a asma

Seus componentes com ação anti-inflamatória e analgésica colaboram para amenizar e até mesmo combater a infecção respiratória causada pela asma (6).

10. Combate o câncer

Os alcaloides oxindoles presentes na planta possuem diversas aplicações farmacológicas, entre elas a de combater o câncer (5). Isso se dá por causa de suas propriedades antioxidantes, que são capazes de evitar a degeneração celular.

Como é possível ver, a unha de gato possui diversas funcionalidades e serve de auxílio para o combate e tratamento de diversas doenças. Entre os seus principais benefícios estão a atuação no sistema imunológico, sua ação anti-inflamatória e antiviral.

Como fazer chá de unha de gato

  1. Ferva cerca de 500 ml de água;
  2. Em seguida, desligue o fogo e acrescente 1 colher de sopa de folhas de unha de gato trituradas;
  3. Tampe o recipiente e deixe fazer a infusão por 10 minutos;
  4. Coe a mistura;
  5. Beba quando estiver em uma temperatura agradável.

Apesar de ser considerada uma bebida natural, não se deve ultrapassar a quantidade máxima recomendada, que é de uma xícara três vezes ao dia.

Outras formas de consumo

  • Cápsulas: pode ser consumida em quantidades de 300 mg a 500 mg (1 cápsula) de 2 a 3 vezes ao dia. Tem como função auxiliar em problemas digestivos;
  • Comprimido: diferentemente das cápsulas, que são revestidas, os comprimidos possuem atuação mais direta e rápida no organismo. Portanto, recomenda-se a quantidade máxima de 350 mg ao dia, ou seja, 1 comprimido 2 vezes ao dia;
  • Gel: o gel ajuda no tratamento de inflamações osteoarticulares (ossos e juntas), reumatismo e artrite reumatoide. Essa forma de consumo é tópica, ou seja, direto na pele. Portanto, deve ser aplicado sobre a área afetada na forma de massagem local;
  • Tinturas: a unha de gato pode ser utilizada também como tinturas, que são extratos concentrados, produzidos com ervas picadas e álcool. Para essa forma de consumo, recomenda-se ingerir de 2,5ml a 5 ml, 1 ou 2 vezes ao dia.

A planta é reconhecida como um medicamento fitoterápico pela ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), portanto, é fácil encontrar suas várias formas de consumo em lojas de produtos naturais e até no Sistema Único de Saúde (SUS) (6).

Contraindicações

iStock

Quando consumida em excesso, a unha de gato pode causar náusea, diarreia, tontura, dor de cabeça e, em alguns casos, falência renal. Algumas pessoas também devem evitar a ingestão da planta para não comprometerem o agravarem seus estados de saúde. Veja a seguir:

  • Grávidas, lactantes e crianças menores de 3 anos: a unha de gato é contraindicada para esses grupos de pessoas, porque não existem estudos que comprovem de forma segura possíveis malefícios proporcionados pela erva;
  • Pessoas com dificuldades de coagulação sanguínea: para esse grupo de pessoas o uso da unha de gato como medicamento natural também não é recomendado. Isso porque as propriedades antioxidantes da planta afinam o sangue e podem agravar o risco de sangramento;
  • Pessoas com histórico de úlcera péptica: após ingerida, a planta estimula secreções ácidas no estômago;
  • Pacientes transplantados: pacientes que passaram por transplantes ou cirurgias devem evitar a erva, pois a sua propriedade imunoestimulante pode aumentar os riscos de o organismo rejeitar o órgão transplantado;
  • Pessoas que sofrem de doenças autoimunes: ainda pelo mesmo motivo, do aumento significativo da imunidade, a unha de gato não é indicada para pessoas que sofrem de doenças como lúpus, esclerose múltipla, hepatite crônica ativa, esclerodermia, etc.

Como podemos observar, a unha de gato é um medicamento fitoterápico de grande importância para tratamentos de diversas doenças, diminuindo seus sintomas ou combatendo-as de vez.

Quando respeitada as contraindicações e ingerida nas quantidades recomendadas, a unha de gato é um ótimo ingrediente natural para se incluir no dia a dia e aproveitar seus inúmeros benefícios.