Granola: 5 benefícios para a sua saúde e como consumir

Escrito por Amanda de Souza

iStock

A granola é um alimento bastante procurado por quem quer manter uma alimentação saudável. Geralmente composta por alguns tipos de cereais, frutos secos e castanhas, é um alimento rico em fibras e minerais.

No entanto, é muito importante ter consciência de todas as propriedades desse alimento, como seu valor nutricional e contraindicações.

Vamos nos aprofundar no tema e saber exatamente o que você tem consumido junto com os elementos considerados saudáveis desse alimento.

5 benefícios da granola para te convencer a consumi-la

iStock

A granola que encontramos na maioria dos supermercados é constituída de cereais, como aveia torrada, flocos de arroz, centeio e trigo. Além dos cereais, há as frutas secas (as mais comuns são maçã e banana) e as castanhas e nozes.

A combinação desses elementos traz muitos benefícios, entre eles:

1. Melhora o trânsito intestinal

Todos os elementos mencionados acima são ótimas fontes de fibras. Combinados, formam o alimento perfeito para quem tem o algum tipo de problema com o funcionamento intestinal.

Em 100 g de granola, por exemplo há cerca de 9 g de fibra alimentar (1). Recomenda-se que a cada 1.000 kcal ingeridas cerca de 14 g sejam de fibras alimentares (2).

2. Auxilia no controle da glicemia

Em razão da presença de manganês e da grande quantidade de fibras insolúveis (contidas nos cereais integrais), a granola propicia a melhora do controle da quantidade de glicose no sangue e pode reduzir o risco de desenvolvimento de diabetes tipo 2 (3).

3. Melhora o aspecto da pele, unhas e cabelos

Já está bastante difundido que a vitamina E traz muitos benefícios para a pele e para os cabelos, havendo muitos cremes contendo essa substância.

No entanto, o efeito pode ser obtido diretamente de uma alimentação rica nesta vitamina, que pode ser encontrada principalmente em frutas como banana e nos cereais integrais que compõem a granola.

4. Diminui o colesterol ruim

Em razão dos ácidos graxos presentes nas oleaginosas da granola, esse alimento ajuda a reduzir os níveis de colesterol ruim, o LDL (4, 5).

5. Previne doenças do sistema nervoso

Tanto a presença de elementos ricos em vitamina E quanto dos antioxidantes auxiliam na prevenção de doenças do sistema nervoso, tais como Parkinson, ELA e Alzheimer. A vitamina E também atua no fortalecimento do sistema imunológico (6, 7).

Dependendo da composição específica da granola, pode-se obter muitas outras vitaminas e, claro, muitos outros benefícios específicos. Por isso, sempre consulte a tabela de ingredientes, caso você opte pela versão industrializada.

Granola: emagrece ou engorda?

iStock

Muitas pessoas acham que o consumo da granola provoca o emagrecimento. No entanto, essa afirmação deve ser melhor explicada.

Ao fazermos substituições por alimentos saudáveis, claramente estamos trazendo grandes benefícios ao funcionamento do nosso organismo. No entanto, isto não irá necessariamente refletir em uma perda de peso.

Tratando-se da granola, ao inseri-la em sua alimentação, saiba que ela é basicamente constituída por carboidratos. Os cereais e a frutose, açúcar natural contidas nos frutos secos, são carboidratos complexos, digeridos mais lentamente em nosso organismo. Ainda assim, se consumidos em excesso, podem gerar aumento de peso.

Portanto, atente-se ao valor calórico e à quantidade de granola que você está ingerindo, caso seu foco esteja em emagrecer. Uma dica importante é evitar as granolas industrializadas que contenham açúcar refinado em sua composição. Você pode escolher uma granola sem açúcar ou com adoçantes naturais, como o stevia.

Outro ponto importante é o horário de consumo da granola. Ainda pairam dúvidas a respeito da teoria de que comer carboidrato à noite seria prejudicial 8). Consulte com um especialista de sua confiança e converse melhor com ele ou ela sobre o assunto.

Como consumir granola

iStock

A forma de consumo da granola irá depender dos seus hábitos alimentares e horários. Muitas pessoas gostam de consumi-la no café da manhã, pois além de ser um alimento que dá muita saciedade, é bastante prático para quem tem pouco tempo para o preparo desta ou de qualquer refeição.

A granola pode ser encontrada em flocos soltos ou em barras. Neste último caso, encontram-se mais ingredientes artificiais na composição, então, prefira sempre a variedade mais natural possível, sem adição de açúcares, conservantes e estabilizantes. Veja algumas combinações que você pode fazer com a granola na hora de consumi-la:

1. Em bolos, cupcakes e pães

Muitas receitas incluem a granola em sua composição e ela é super bem-vinda! Nesses casos em especial, por esse preparos conterem farinha e açúcar, a granola é uma ótima aliada para diminuir o índice glicêmico da receita.

2. Com leite e iogurtes

Essa é a forma mais prática de introduzir a granola na alimentação. Com o leite, ela é ótima substituta aos cereais matinais, que geralmente têm uma quantidade absurda de açúcar em sua composição.

3. Em saladas e sopas

Há versões salgadas da granola e versões neutras, sem açúcar ou adoçantes naturais. Portanto, ela também pode ser um ótimo ingrediente para saladas e sopas, adicionando textura e crocância à receita original.

Não importa a maneira que você escolha para o consumo da granola: o importante é sempre estar informado do que se está consumindo e os benefícios e contraindicações desse alimento.

Cuidados e contraindicações

iStock

Por mais saudável que seja qualquer alimento, há sempre dois lados. A granola pode ser prejudicial em alguns casos. Esteja atento se você se enquadro em algum deles:

  • Diabéticos: a mais recente linha de tratamento para o diabetes tipo I segue a contagem de carboidrato como medida dietética mais apropriada. Portanto, fique ciente do índice glicêmico deste alimento antes de consumi-lo e adeque as informações nutricionais à sua dieta.
  • Portadores de Síndrome do Intestino Irritável: nesses casos, a dieta mais indicada é a chamada FODMAP, que retira da alimentação alimentos que sofrem fermentação na flora intestinal. Entre esses alimentos estão várias frutas e cereais, que podem estar contidos nas granolas industrializadas 9.

A granola é um ótimo alimento e, como qualquer outro, deve ser consumida atentando-se aos benefícios e possíveis contraindicações. Se você está prestando mais atenção ao que você come, dê uma olhada nessa dica sobre que alimentos aumentam a imunidade e veja quantos benefícios você pode obter ao incluí-los no seu cardápio.