Pó de guaraná: saiba se ele ajuda a emagrecer e se dá mais energia

iStock

Famoso no Brasil, o pó de guaraná é um alimento consumido no mundo todo, especialmente por conta de suas propriedades energéticas. No entanto, seus benefícios vão muito além disso.

Na cultura popular, o guaraná é até mesmo utilizado para aumentar a longevidade e como um poderoso afrodisíaco. Embora não existam comprovações científicas sobre isso, algumas pesquisas já indicam como ele poderia atuar em prol da saúde. A seguir, descubra se o pó de guaraná pode ser usado para emagrecer, quais são suas principais funções, as formas de consumo e se ele pode causar reações adversas.

Pó de guaraná emagrece?

iStock


O pó de guaraná geralmente é utilizado para auxiliar o emagrecimento, mas será que isso funciona mesmo? De fato, o produto tem substâncias estimulantes que podem acelerar o metabolismo e, consequentemente, favorecer a perda de peso.

Uma delas é a cafeína, que também está presente no café, no chocolate amargo e no chá verde. Esse componente seria responsável por aumentar o gasto energético. De acordo com uma pesquisa, a elevação pode ser de até 11% (1).

Outros estudos indicam ainda que o guaraná poderia diminuir ou até mesmo inibir a produção de células de gordura no organismo (2).

Entretanto, é importante lembrar que apenas consumir um determinado tipo de alimento não é suficiente para emagrecer. Para que isso ocorra é necessário praticar exercícios físicos, manter uma alimentação saudável e mudar hábitos.

Quais são os benefícios do pó de guaraná?

iStock


Além de melhor o metabolismo, o pó de guaraná também é conhecido por proporcionar outros benefícios para a saúde. A seguir, confira 5 propriedades desse alimento.

1. Tem ação energizante

A ação energizante é um dos principais benefícios do pó de guaraná. Na cidade de Maués, localizada no norte do país, a população tem o costume de tomar guaraná em pó todos os dias, principalmente logo pela manhã.

Afinal, o guaraná é rico em cafeína e outras duas substâncias estimulantes — a teobromina e a teofilina —, que são responsáveis por despertar o corpo e espantar a preguiça e o sono (3).

2. É rico em antioxidantes

Também vale a pena inserir o pó de guaraná na alimentação por conta da alta concentração de antioxidantes que ele tem em sua composição.

Para você ter uma ideia, pesquisadores constataram que ele tem 10 vezes mais antioxidantes do que o chá verde (4). Por sua vez, consumir alimentos ricos nesse tipo de substância previne o envelhecimento celular e o surgimento de doenças inflamatórias.

3. Estimula o sistema cerebral

As substâncias presentes no pó de guaraná também atuam de forma a estimular o sistema cerebral, favorecendo a concentração e a memória.

Algumas pesquisas indicam que consumir regularmente doses baixas desse alimento amplia a capacidade de memorização e até mesmo do estado de alerta (5).

Outro estudo, feito por uma universidade britânica, descobriu ainda que o guaraná melhora a atenção e a performance em atividades do dia a dia (6).

4. Combate a fadiga

Você está muito cansado ultimamente? Talvez o pó de guaraná possa lhe ajudar a recuperar a energia perdida!
Um estudo indica que ele pode auxiliar a combater a fadiga e o cansaço excessivo, além de melhor a capacidade cognitiva (7).

5. Melhora a saúde do coração

Somado aos diversos benefícios citados, o pó de guaraná tem componentes que favorecem a saúde do coração.

Assim, o consumo moderado e regular poderia contribuir para uma boa circulação sanguínea, para diminuir os níveis de colesterol e até mesmo reduzir o risco de formação de placas que podem bloquear as artérias (8 e 9).

Como inserir na alimentação?

iStock


Depois de compreender as propriedades benéficas do pó de guaraná para a saúde, chegou a hora de saber como inseri-lo na alimentação. Conheça abaixo quais são as sugestões mais populares e fáceis de fazer.

  • Com água: diluído em água é a forma mais simples e eficaz de inserir o pó de guaraná na alimentação. Para tanto, basta misturar cerca de 5 gramas dele em 200 ml de água. Se preferir, pode acrescentar açúcar;
  • Em sucos e vitaminas: gosta de tomar suco verde ou vitamina de banana? Para deixá-las mais saudáveis e energéticas, acrescente o pó de guaraná. Apenas tenha o cuidado para não misturar com outros produtos estimulantes;
  • Na salada de frutas: também é possível polvilhar o pó de guaraná por cima de uma salada de frutas. Além disso, fica ótimo com banana amassada, abacate ou mamão;
  • Junto com açaí: por fim, o pó ou o xarope de guaraná costumam ser colocado no açaí, que na região sul do país é consumido gelado e tradicionalmente com banana e granola.
  • Existe ainda a possibilidade de encontrar o pó de guaraná em cápsulas ou em suplementes alimentares. Porém, verifique a concentração no rótulo e consulte um nutricionista sobre se é necessário para o seu caso.

    Pó de guaraná pode fazer mal?

    iStock


    Em geral, o consumo moderado de pó de guaraná não faz mal para a saúde. Embora a dosagem possa variar, alguns especialistas indicam que o limite seja de até 5 gramas por dia.

    Entretanto, fique atento e consulte o seu médico antes de utilizar o pó de guaraná na alimentação, especialmente se tiver alguma condição específica ou fizer uso de medicamento regular. A seguir, veja os casos em que o alimento pode causar algum tipo de reação.

    • Doença cardíaca: o pó de guaraná tem substâncias que podem acelerar os batimentos cardíacos. Portanto, quem tem problemas no coração ou circulatórios precisam utilizá-lo sob orientação médica e ter cuidado ao consumi-lo;
    • Desordens mentais: por ser um estimulante, o pó de guaraná pode piorar os sintomas de ansiedade e agitação mental. Além disso, quem faz tratamento específico ou usa medicamentos para desordens mentais deve consultar o próprio médico antes de consumi-lo;
    • Grávidas ou mulheres que estão amamentando: se você está em alguma dessas duas condições, confira com o seu médico a possibilidade de consumir o pó de guaraná, pois ele contém cafeína.
    • Ainda tenha em mente que muito pratos feitos com pó de guaraná, especialmente bebidas como refrigerantes e sucos, podem ser cheios de açúcar. Para ter uma boa saúde, a recomendação é evitar o consumo de alimentos muitos doces ou preferir as preparações feitas da forma mais natural possível.